Bandas

 
  Legião Urbana

 

 

 

A história da Legião Urbana começou no final dos anos 70, quando Renato Russo decidiu largar a vida de jornalista e de professor de inglês para se dedicar à música. Renato era fanático por rock, principalmente pelo punk. Naquela época ele curtia muito o som dos Ramones, Sex Pistols, The Clash, Beach Boys e Bob Dylan.

Em 1978, Renato formou a banda Aborto Elétrico (com Fê e Flávio Lemos, do Capital Inicial, André Pretórius e Ico Ouro Preto), que não deu muito certo e durou pouco.

Com o fim do Aborto Elétrico, Renato Russo resolveu tentar uma carreira-solo, no estilo "banquinho e violão", e ficou conhecido como "Trovador Solitário". Nesta época, surgiram várias canções. Entre elas, Faroeste Caboclo.

Passado algum tempo, Renato Russo resolveu juntar uma galera e montar a Legião Urbana. A formação original da Legião era: Renato Russo (baixo, vocais), Marcelo Bonfá (bateria), Eduardo Paraná (guitarra) e Paulo Paulista (teclados).

Paraná e Paulista saíram rapidamente do grupo. Ico Ouro Preto entrou para tocar guitarra, mas foi logo substituído por Dado Villa-Lobos, em abril de 1983.
Aos poucos, a Legião começou a ser conhecida fora de Brasília. O pontapé para o sucesso do grupo foi dado pelos caras dos Paralamas do Sucesso (Hebert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone) que, mesmo tendo sido formado no Rio de Janeiro, fez questão de fazer propaganda da galera de Brasília. (Em tempo: Herbert e Bi são brasilienses)

Foram os Paralamas quem promoveram o primeiro show da turma de Brasília no Rio: Circo Voador, julho de 1983.
Renato Russo (voz e baixo), Marcelo Bonfá (bateria), Dado Villa-Lobos (guitarra) surpreenderam a platéia e a crítica pelas letras políticas e questionadoras. Logo após o show, a Legião conseguiu contrato com a gravadora Odeon.

Em 1984, Renato Rocha foi chamado pra tocar baixo na Legião. Renato Russo tinha cortado os pulsos e não poderia mais tocar o instrumento. Logo após a recuperação dele, foi lançado o primeiro disco da banda: "Legião Urbana".

A música "Será?" tomou de assalto todas as rádios do país e Renato Russo passou a ser uma espécie de guru da juventude brasileira. "Legião Urbana" foi eleito o melhor álbum do ano pela revista BIZZ.

O sucesso da Legião foi consolidado com o segundo lançamento da banda "Dois", que vendeu mais de 1,2 milhão de cópias.
Depois do lançamento e de algum tempo de turnê, a Legião quase terminou. Renato Russo estava de saco cheio de receber objetos no palco e estava estressado com a vida na estrada. Dado e Bonfá também já não agüentavam mais. Mas os meninos conseguiram superar a má fase e gravaram um nono cd.

Em 1987, saiu "Que País é Este?", com algumas músicas inéditas do grupo Aborto Elétrico.
Em 1989, a banda lançou "As quatro estações", marcando uma nova fase do grupo, agora sem Renato Rocha (ele e Bonfá estavam se desentendendo musicalmente). "As quatro estações" foi o segundo álbum mais vendido da banda (o mais vendido foi "Dois").

Dois anos depois, a Legião lançou "V", considerado o álbum mais deprê do grupo. Neste ano, Renato passou por problemas de saúde por causa da dependência do álcool. Durante o tratamento, um exame constatou que ele era soropositivo. Por esse motivo, a turnê de divulgação do disco foi interrompida.

Em janeiro de 1992, o grupo gravou o "Acústico MTV". O programa foi a saída ideal para o lançamento do "V" sem a necessidade de gravar video-clips. A turnê desse álbum também foi interrompida por complicações de saúde de Renato Russo. Parte do material ao vivo da banda entrou para a coletânea "Música Para Acampamentos" lançada ainda em 1992.

No início de 1993, Renato começou um tratamento intensivo contra a dependência química e a banda lançou " O Descobrimento do Brasil". Logo após o lançamento, Renato começa a planejar o seu primeiro álbum solo.

Renato gravou dois discos solo. O primeiro foi "The Stonewall Celebration Concert" (1993), com 21 músicas em inglês.
Este trabalho tinha três objetivos: comemorar os 30 anos do levante de Stonewall ( rua de São Francisco onde houve conflitos entre policiais e gays que lutavam contra a opressão e o preconceito), exorcizar a lembrança de um relacionamento que Renato teve com um cara - e que não deu certo, e colaborar com a campanha do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. No encarte do cd são citados endereços de várias Organizações Não-Governamentais.

O outro cd solo de Renato Russo foi "Equilíbrio Distante" (1995), em italiano.
A idéia original era de que este álbum fosse simples com arranjos pobres e bregas. Renato planejava gravar tudo em seis semanas, mas, no final, o álbum acabou tendo uma super-produção e levou seis meses para ficar pronto. O álbum é uma homenagem aos imigrantes italianos que aqui vivem (como os avós de Renato).

No início 1996, Renato começa a ficar fraco por causa da AIDS. Passa o carnaval inteiro escrevendo as letras daquele que seria o último álbum da Legião com ele vivo. Os trabalhos de gravação do disco foram interrompidos várias vezes e duraram cerca de 6 meses.

O álbum é concluído meio que às pressas em julho. Depois disso, Renato se isolou em seu apartamento no Rio, escondendo de todos o seu atual estado de saúde.
Em 1996, a Legião lançou "A Tempestade ou O Livro dos Dias", um álbum - como de costume -- bastante melancólico. Duas semanas após o lançamento, Renato Russo morreu (em seu apartamento por insuficiência pulmonar e anemia causadas pela AIDS).

Em julho de 1997, foi lançado o álbum "Uma Outra Estação". Este álbum contém as canções remanescentes do trabalho anterior. Dado, Bonfá, Carlos Trilha (tecladista) e Tom Capone (guitarra) concluíram as músicas, que contam com os vocais de Renato.

Em março de 1998, a EMI lança "Mais Do Mesmo", uma coletânea dos grandes sucessos da Legião e "O Ultimo Solo", que reúne sobras de estúdio dos dois álbuns solo de Renato.

Em outubro de 1999 foi lançado "Legião Urbana - Acústico MTV", gravado há 5 anos. Como a emissora não tinha exibido todo o programa, decidiu-se lançar o material em cd.

No dia 27 de março de 2003, no dia do nascimento de Renato Russo, foi lançado o disco "Renato Russo Presente". O disco conta com 4 músicas inéditas, várias raridades, um remix e trechos de entrevistas. Entre as faixas está uma versão para “Thunder Road”, de Bruce Springsteen. A versão remix é para a música "cathedral Song", de Tanita Tikaram, com a voz de Zélia Duncan.


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

19/09/2006 - 16h53min