Bandas

 
  Pitty

Nascida em Salvador em outubro de 1977, Pitty seguiu o caminho contrário da maioria dos músicos baianos. Filha de músico, desde a adolescência, em Porto Seguro, andava com pessoas ligadas ao Punk Rock e Metal. Suas referências musicais sempre foram Raul Seixas, Mike Patton e as cantoras Nina Simone, Etta James e Elis Regina. Em 1996 fundou a banda de hardcore “Inkoma”, da qual foi vocalista durante seis anos e chegou a lançar alguns álbuns. 
Com o fim do grupo, Pitty foi convidada pelo produtor Rafael Ramos, ex-apresentador do Quizz MTV, para gravar um CD solo.
Em 2003, a cantora lançou seu primeiro trabalho “Admirável Chip Novo”, que já vendeu mais de 40 mil cópias. As canções “Máscara”, “Admirável Chip Novo” e “Teto de Vidro” entraram nas paradas de sucesso, juntamente com os respectivos vídeoclipes. 
A faixa, que leva o título do disco, foi  inspirada no livro “Admirável Mundo Novo”, de Aldous Huxley. Um dos destaques deste trabalho é a música “Equalize”, que Pitty escreveu com o guitarrista Peu e tem a participação do produtor carioca Liminha no baixo. Outra participação importante é a do cantor Paulinho Moska. 
Ainda em 2003 carreira de Pitty que segue em ritmo crescente. A cantora tocou no Abril Pro Rock em Recife, Pernambuco. E seu talento foi reconhecido no começo de 2004 com o convite para gravar o Luau MTV.
No final de 2004, uma enorme perda para a banda, a saída do guitarrista Peu, pegou a todos de surpresa, mas não fez com que Pitty desistisse de tudo.
Em 2005, Pitty lança mais um álbum, Anacrônico, O trabalho foi masterizado em Los Angeles pelo engenheiro Brian “Big Bass” Gardner, renomado por trabalhar com artistas como Foo Fighters, David Bowie e Queens Of The Stone Age. 
“Anacrônico”, é o segundo álbum da cantora baiana, que reuni faixas como “Deja Vu” e “Memórias”, já sucessos no Brasil inteiro.

 


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

19/10/2006 - 17h38min