Bandas

 
  Angra

A banda Angra foi formada em 1992 com o vocalista e tecladista André Matos (ex-Viper, banda com que gravou os discos Soldiers Of Sunrise e Theatre Of Fate - curiosamente, no começo Angra era conhecida como "a banda do ex-vocalista do Viper), o guitarrista Rafael Bittencourt e o baixista Luís Mariutti. Antes de Kiko Loureiro entrar na banda, eles tiveram dois outros guitarristas, André Luís Linhares Bastos (depois na banda Twilight) e André Hernandes. O baterista original era Marco Antunes.

A palavra "Angra" significa "Deusa do Fogo". Já com Kiko na banda, ainda em 1992 foi gravada a primeira e única Demo Tape da banda, "Reaching Horizons", que foi muito bem aceita e recebeu ótimas críticas.

Em 1993 o baterista Ricardo Confessori, ex-Korzus, entrou na banda. Nesse mesmo ano foi gravado o primeiro disco, "Angels Cry". A gravação foi feita na Alemanha e Confessori não tocou nele (a bateria no disco ficou a cargo de Alex Holzwarth, da banda Siefes Even, exceto na música "Wuthering Heights", onde quem tocou bateria foi Thomas Nack, do Gamma Ray). O disco ainda conta com participações especiais de Sascha Paeth (Heavens Gate), Kai Hansen e Dirk Schlachter (Gamma Ray). Vendeu aproximadamente 100.000 cópias no Japão, recebendo disco de ouro, e também foi muito bem aceito em vários países da Europa e na América do Sul.

A banda tocou em 1994 no Monsters Of Rock brasileiro, ao lado de bandas como Black Sabbath, Kiss e Slayer. No Japão foi lançado um single da música "Evil Warning", contendo novas versões de "Angels Cry", "Carry On" e "Evil Warning" e uma versão editada de "Wuthering Heights".

Em 1995 a banda fez uma série de 11 shows em 5 países da Europa. O guitarrista Kiko Loureiro e o baixista Luís Mariutti lançaram vídeo aulas nas séries Rock Guitar e Rock Bass.

Em 1996 foi lançado o segundo disco de estúdio da banda, "Holy Land". Esse disco traz uma sonoridade bastante original, mesclando o metal melódico classicamente influenciado do primeiro disco com sonoridades tipicamente brasileiras, inclusive com citações de compositores brasileiros, como no solo de flauta de "Carolina IV", cuja melodia é de Hermeto Pascoal. O disco foi lançado simultaneamente na Europa, Japão e América do Sul. As edições francesa, alemã e japonesa tinham alguns atrativos especiais: nas primeiras 8.000 cópias francesas havia um cd bônus com as músicas "Angels Cry", "Never Understand" e "Chega De Saudade" (de Tom Jobim) gravadas ao vivo num show acústico; a edição japonesa traz uma música bônus, "Queen Of The Night"; na Alemanha foi lançada uma edição limitada de 3.000 cópias trazendo o cd bônus da edição francesa e a música bônus da versão japonesa. O disco recebeu novamente disco de ouro no Japão.

A banda fez uma nova turnê pela Europa, agora com mais de vinte shows, ao lado das bandas Virgin Steele e Superior. No Brasil fez shows "sold out" em São Paulo, no Palace, tocaram para 9.000 pessoas em Santo André, e fizeram vários outros grandes shows. Também abriram para o AC/DC em São Paulo, para cerca de 40.000 pessoas.

Ainda em 1996 a banda lançou o EP "Freedom Call", com uma música inédita (a faixa-título) e algumas outras coisas interessantes para os fãs da banda: novas versões de "Queen Of The Night" e "Reaching Horizons" (da demo tape da banda), "Stand Away" (do Angels Cry) numa versão orquestrada e "Deep Blue" do Holy Land numa versão editada. Além disso,o EP tem o ótimo cover de "Painkiller" do Judas Priest, gravado para um tributo à banda onde o Angra participou ao lado de bandas como Iced Earth, Blind Guardian, Gamma Ray, Stratovarius, Skyclad, Kreator, Overkill, etc. O clip de "Make Believe", do Holy Land, alcançou o 2o lugar na parada da MTV Brasil, dividindo posições com bandas como Metallica e U2.

No fim da Holy Tour o Angra fez seus primeiros shows no Japão, em Nagoya, Tóquio e Osaka. Depois disso o ainda fez vinte shows na Europa, sendo treze apenas na França. Também participaram de um festival em Milão, na Itália, ao lado das bandas Manowar, Rage, Grave Digger, Time Machine, Eldritch e Moonspell.

Em 1997 foi lançado um novo EP, agora ao vivo, chamado "Holy Live", gravado em um show na França e trazendo alguns dos clássicos da banda, "Nothing To Say", "Z.I.T.O.", "Carolina IV" e "Carry On", além das introduções "Crossing" e "Unfinished Allegro".

Em setembro de 1998 a banda lançou "Fireworks". Antes do lançamento do disco foi lançado um single da música "Lisbon", com uma versão acústica de "Make Believe" e "Angels Cry" na versão da demo "Reaching Horizons". O disco "Fireworks" não trazia as características rítmicas e melódicas brasileiras presentes no "Holy Land", sendo um disco mais direto e agressivo que o anterior.

Durante a turnê do álbum "Fireworks", problemas de relacionamento se agravaram, o que resultou na saída de André Matos, Luís Mariutti e Ricardo Confessori. Ainda em 2001 veio a notícia de que o Angra tinha três novos músicos: Eduardo Falaschi (que veio do Symbols), Felipe Andreoli (ex-Karma e DiAnno) e Aquiles Priester (ex-Hangar).

Depois de estabilizada a nova formação, entraram em estúdio para gravar "Rebirth". Críticas positivas referentes a esse álbum saíram no mundo inteiro. Em menos de 45 dias do lançamento já haviam ganho o disco de ouro no Brasil.

Depois de encerrada a turnê nacional de "Rebirth", entraram em estúdio para gravar o mini-álbum "Hunters and Prey", que foi lançado em meados de 2002. Depois de gravado o mini-álbum, partem em turnê pela Europa, fazendo 25 shows passando por vários países. Em junho de 2002, pela primeira vez a nova formação foi tocar no Japão.


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

01/06/2004 - 11h27min