Bandas

 
  CPM 22

O nome da banda, “CPM 22”, significa (Caixa Postal Mil e Vinte e Dois), o qual surgiu em 1.995, influenciada por punk rock e hardcore, fazendo uma mistura de melodia e romantismo adolescente. Eles não se prendem a estilos, e bebem na fonte de Ramones, Smashing Pumpkins e até nada quem mais, nada menos que “Kiss”.
Em 1998 gravaram a demo-tape "CPM 22" e conseguiram destaque não só no cenário underground nacional, como na grande mídia.
Já no ano de 2.000 a banda foi indicada à categoria Melhor Democlipe no Video Music Brasil, com o clipe da música "Anteontem". 
A agenda de shows foi crescendo e, consequentemente, a cobrança por material novo. Surgiram novas composições, sempre com a marca da banda, hardcore com letras que expressam o cotidiano dos jovens, e o resultado foi o CD independente "A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum". Em apenas um mês a banda vendeu quatro mil cópias, toda a prensagem inicial, chamando a atenção de produtores de shows e das gravadoras.
Em 2001, o CPM 22 aparecia no cenário rock nacional. Com músicas cheias de vigor como “Regina Let´s Go”, “Tarde De Outubro” cujo clipe rendeu o prêmio na categoria Artista/Banda revelação no VMB, da MTV, em 2002, “Anteontem” e “O Mundo Dá Voltas” acabaram angariando a simpatia dos adolescentes e contagiando o país, resultando em uma vendagem de 120 mil cópias.
Em 2002, com o lançamento do segundo CD e com a vendagem de 180 mil cópias vendidas de “Chegou A Hora De Recomeçar”, o CPM22 se consolida no cenário do rock nacional. Deste CD saíram faixas como “Desconfio”, “Dias Atrás”, “Especial Como Você”, “Ontem” e “Não Sei Viver Sem Ter Você”, exaltadas nos shows da turnê finalizada em janeiro deste ano. No mesmo mês, um capítulo importante foi encerrado na história da banda: a participação de Portoga como baixista. O contratempo serviu para que Badaui (voz), Wally (guitarra e voz), Luciano (guitarra) e Ricardo Japinha (bateria e voz) entrassem ainda mais unidos em estúdio.
A gravação de “Felicidade Instantânea”, que sai pela gravadora Arsenal Music, foi feita no Midas Studios e a produção ficou mais uma vez nas mãos certeiras de Rick Bonadio, Rodrigo Castanho e Paulo Anhaia. A faixa-título abre o CD mostrando o hardcore característico do grupo, onde ao mesmo tempo já é possível notar mudanças sutis.

 


 


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

17/06/2005 - 14h38min