Bandas

 
  Raimundos

Diz a história que o Raimundos começou em Brasília em 87 como um trio: Digão(na bateria), Canisso(no baixo) e Rodolfo(guitarra e vocal). Acabou em 90, porque o Canisso brigou com o grupo. Em 92 os Raimundos voltaram com Fred na batera e Digão na Guitarra. Uma banda que inovou fazendo uma mistura de hardcore com música nordestina, e foi assim que o Raimundos veio para São Paulo, com grana emprestada e um punhado de fitas demos na mão, em meados de 1993. As fitas rapidamente foram divulgadas e disputadas a tapa.
O Raimundos estourou de norte a sul do país, dominando as paradas das rádios e tornando-se o maior fenônemo musical de 1994.  Logo no primeiro CD ficaram famosos com "Selim", "Nega Jurema" e "Puteiro em João Pessoa". A zoeira dos quatro garotos de Brasília revela uma nova geração. A irreverência dos caras os transformou em uma grande banda, sempre buscando o novo, dando ao seu rock uma característica realmente brasileira, o Raimundos é o maior expoente entre os grupos nacionais que buscam em elementos brasileiros a chave para dar personalidade à sua música.
O segundo álbum da banda "Lavô Tá Novo" vendeu em duas semanas mil cópias. Este CD foi mixado na Califórnia, e as músicas : "Eu quero ver o Oco", "O pão da minha prima" e "I saw you saying", colocaram os Raimundos no ar em média oito vezes por dia nas rádios rock. "Eu quero ver o Oco" chegou a ficar cinco semanas consecutivas no topo das dez mais. Um novo trabalho com músicas firmes, pesadas e fortes. O CD acarretou uma grande turnê nacional e até shows na Espanha. Quando menos se esperava, aparaceu em todas as lojas uma caixa preta chamada "Cesta Básica". Dentro dela contém : 1 cd com gravações ao vivo e regrações, 1 fita de show e uma revista em quadrinhos da banda. 
 Até que em 1997 o Raimundos bem mais amadurecido, lançou o CD "Lapadas do Povo". É um disco redefinidor e mais sofisticado do que os anteriores. Traz letras repletas de bem sacados jogos de palavras como “Andar na Pedra” e “Nariz de Doze”. Este novo trabalho representa a primeira vez que todos os Raimundos compuseram e gravaram todo um álbum juntos e no estúdio. Em 1999 os fãs levaram um susto quando foram até as lojas comprar o novo álbum "Só no Forevis". Simplesmente, porque na capa todos os integrantes estão com pinta de pagodeiros com Rodolfo tocando um pandeiro. Muitas músicas decepcionaram, porque perderam o peso, e a baladinha "A mais pedida" foi a mais tocada em todas as
rádios nacionais.
O Raimundos fez muitos shows, e a MTV Brasil teve a idéia de lançar em 2000 um álbum duplo ao vivo. Todos os maiores sucessos da banda estão reunidos neste CD e contém também duas música inéditas de estúdio: "Reggae do Manero" e "20 e poucos anos" .  Mas no final da turnê do CD ao vivo, infelizmente no dia 13 de junho de 2001 a gravadora Warner anunciou o fim da banda, alegando que o vocalista Rodolfo estava com muitos problemas pessoais. Até que os três integrantes restantes resolveram continuar com a banda e Digão assumiu os vocais, e chamaram Marquinhos para as guitarras. Já em 2003, novo golpe: Canisso alega um desgaste natural e também sai da banda. Apesar de tudo a banda decide continuar e chama Alf vocalista do Rumbora para assumir os baixos, e sem gravadora a banda lança um CD novo, independente, lançado na internet.


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

28/12/2005 - 11h57min