Bandas

 
  B-52’s

O B-52’s foi criado em 1976, em Athens, no estado da Georgia, EUA. A idéia da formação da banda surgiu durante uma bebedeira em um restaurante chinês da cidade. Os amigos Kate Pierson, Cindy Wilson, Fred Shneider, Ricky Wilson e Keith Strickland decidiram formar um grupo, mesmo sem ter muita experiência no assunto. O nome escolhido é uma gíria no sul dos Estados Unidos para um determinado corte de cabelo exagerado que Kate e Cindy usavam.

A primeira apresentação oficial do grupo foi em uma festa na casa de um amigo para comemorar o dia dos namorados de 1977. Logo depois, o B-52’s gravou de forma independente o single “Rock Lobster”, que se tornou um clássico do grupo. Eles tocaram em Nova York em espaços importantes e chamaram a atenção da gravadora Warner que lançou os dois singles “Rock Lobster” e “52 Girls”, que venderam mais de 500 mil cópias.

O som pop ‘new wave’ estava presente nos dois primeiros discos, “The B-52’s” (1979) e “Wild Planet” (1980) que produziram diversos ‘hits’. O sucesso de público e da crítica colocou o B-52’s à frente do movimento ‘New Wave’ da época. O início da década de 80 não foi diferente e o sucesso com os novos álbuns os colocaram em mais evidência, participando de vários programas de TV e rádios alternativas.

Em 1985, o grupo esteve no Brasil durante uma longa turnê mundial. Eles participaram do Rock In Rio enquanto produziam o novo disco, porém, uma tragédia adiou os planos: a morte do guitarrista Rick Wilson, vítima de AIDS. Ele chegou a participar da gravação de “Bouncing Off The Satellites”, lançado no ano seguinte em sua homenagem. O disco teve dois grandes sucessos, “Summer of Love” e “Wig”.

O estouro comercial ainda estava por vir com “Cosmic Thing” em 1989, que emplacou vários ‘hits’ e vendeu mais de 4 milhões de cópias. A longa turnê mundial terminou e as mudanças apareceram: Cindy queria se dedicar à filha recém nascida e se afastou do grupo, Kate, apesar de ter participado de alguns discos deu continuidade ao B-52’s com Keith e Fred.

O novo álbum, “Good Stuff”, chegou em 1992 com mudanças na música, em vez de canções somente para se divertir, o grupo queria passar algumas mensagens. Os temas das letras envolviam a luta contra a AIDS e os direitos dos animais. A volta ao topo das paradas veio com uma versão para a canção tema do filme “Os Flinstones”, em 1993.

Os anos seguintes foram mais tranqüilos. Fred iniciou a carreira solo e uma reunião do grupo só aconteceu para valer em 1998. Cindy estava de volta, e a coletânea de ‘hits’ “Time Capsule” chegou às lojas com duas músicas inéditas. O grupo não entrou mais em estúdio para gravar novos álbuns, mas continua a fazer shows até hoje, são mais de 25 anos de carreira e 20 milhões de discos vendidos.


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

31/01/2006 - 11h49min