HOME
RADIO UNIFEV
TORPEDO
PROGRAMAÇÃO
BANDAS
INTERNOTAS
RÁDIO AO VIVO
ESTÁGIOS E EMPREGOS
CIBER UNIFEV
CONTATO
Ouvidoria

 
 

:: Legião Urbana

 

 

 

A história da Legião Urbana começou no final dos anos 70, quando Renato Russo decidiu largar a vida de jornalista e de professor de inglês para se dedicar à música. Renato era fanático por rock, principalmente pelo punk. Naquela época ele curtia muito o som dos Ramones, Sex Pistols, The Clash, Beach Boys e Bob Dylan.

Em 1978, Renato formou a banda Aborto Elétrico (com Fê e Flávio Lemos, do Capital Inicial, André Pretórius e Ico Ouro Preto), que não deu muito certo e durou pouco.

Com o fim do Aborto Elétrico, Renato Russo resolveu tentar uma carreira-solo, no estilo "banquinho e violão", e ficou conhecido como "Trovador Solitário". Nesta época, surgiram várias canções. Entre elas, Faroeste Caboclo.

Passado algum tempo, Renato Russo resolveu juntar uma galera e montar a Legião Urbana. A formação original da Legião era: Renato Russo (baixo, vocais), Marcelo Bonfá (bateria), Eduardo Paraná (guitarra) e Paulo Paulista (teclados).

Paraná e Paulista saíram rapidamente do grupo. Ico Ouro Preto entrou para tocar guitarra, mas foi logo substituído por Dado Villa-Lobos, em abril de 1983.
Aos poucos, a Legião começou a ser conhecida fora de Brasília. O pontapé para o sucesso do grupo foi dado pelos caras dos Paralamas do Sucesso (Hebert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone) que, mesmo tendo sido formado no Rio de Janeiro, fez questão de fazer propaganda da galera de Brasília. (Em tempo: Herbert e Bi são brasilienses)

Foram os Paralamas quem promoveram o primeiro show da turma de Brasília no Rio: Circo Voador, julho de 1983.
Renato Russo (voz e baixo), Marcelo Bonfá (bateria), Dado Villa-Lobos (guitarra) surpreenderam a platéia e a crítica pelas letras políticas e questionadoras. Logo após o show, a Legião conseguiu contrato com a gravadora Odeon.

Em 1984, Renato Rocha foi chamado pra tocar baixo na Legião. Renato Russo tinha cortado os pulsos e não poderia mais tocar o instrumento. Logo após a recuperação dele, foi lançado o primeiro disco da banda: "Legião Urbana".

A música "Será?" tomou de assalto todas as rádios do país e Renato Russo passou a ser uma espécie de guru da juventude brasileira. "Legião Urbana" foi eleito o melhor álbum do ano pela revista BIZZ.

O sucesso da Legião foi consolidado com o segundo lançamento da banda "Dois", que vendeu mais de 1,2 milhão de cópias.
Depois do lançamento e de algum tempo de turnê, a Legião quase terminou. Renato Russo estava de saco cheio de receber objetos no palco e estava estressado com a vida na estrada. Dado e Bonfá também já não agüentavam mais. Mas os meninos conseguiram superar a má fase e gravaram um nono cd.

Em 1987, saiu "Que País é Este?", com algumas músicas inéditas do grupo Aborto Elétrico.
Em 1989, a banda lançou "As quatro estações", marcando uma nova fase do grupo, agora sem Renato Rocha (ele e Bonfá estavam se desentendendo musicalmente). "As quatro estações" foi o segundo álbum mais vendido da banda (o mais vendido foi "Dois").

Dois anos depois, a Legião lançou "V", considerado o álbum mais deprê do grupo. Neste ano, Renato passou por problemas de saúde por causa da dependência do álcool. Durante o tratamento, um exame constatou que ele era soropositivo. Por esse motivo, a turnê de divulgação do disco foi interrompida.

Em janeiro de 1992, o grupo gravou o "Acústico MTV". O programa foi a saída ideal para o lançamento do "V" sem a necessidade de gravar video-clips. A turnê desse álbum também foi interrompida por complicações de saúde de Renato Russo. Parte do material ao vivo da banda entrou para a coletânea "Música Para Acampamentos" lançada ainda em 1992.

No início de 1993, Renato começou um tratamento intensivo contra a dependência química e a banda lançou " O Descobrimento do Brasil". Logo após o lançamento, Renato começa a planejar o seu primeiro álbum solo.

Renato gravou dois discos solo. O primeiro foi "The Stonewall Celebration Concert" (1993), com 21 músicas em inglês.
Este trabalho tinha três objetivos: comemorar os 30 anos do levante de Stonewall ( rua de São Francisco onde houve conflitos entre policiais e gays que lutavam contra a opressão e o preconceito), exorcizar a lembrança de um relacionamento que Renato teve com um cara - e que não deu certo, e colaborar com a campanha do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. No encarte do cd são citados endereços de várias Organizações Não-Governamentais.

O outro cd solo de Renato Russo foi "Equilíbrio Distante" (1995), em italiano.
A idéia original era de que este álbum fosse simples com arranjos pobres e bregas. Renato planejava gravar tudo em seis semanas, mas, no final, o álbum acabou tendo uma super-produção e levou seis meses para ficar pronto. O álbum é uma homenagem aos imigrantes italianos que aqui vivem (como os avós de Renato).

No início 1996, Renato começa a ficar fraco por causa da AIDS. Passa o carnaval inteiro escrevendo as letras daquele que seria o último álbum da Legião com ele vivo. Os trabalhos de gravação do disco foram interrompidos várias vezes e duraram cerca de 6 meses.

O álbum é concluído meio que às pressas em julho. Depois disso, Renato se isolou em seu apartamento no Rio, escondendo de todos o seu atual estado de saúde.
Em 1996, a Legião lançou "A Tempestade ou O Livro dos Dias", um álbum - como de costume -- bastante melancólico. Duas semanas após o lançamento, Renato Russo morreu (em seu apartamento por insuficiência pulmonar e anemia causadas pela AIDS).

Em julho de 1997, foi lançado o álbum "Uma Outra Estação". Este álbum contém as canções remanescentes do trabalho anterior. Dado, Bonfá, Carlos Trilha (tecladista) e Tom Capone (guitarra) concluíram as músicas, que contam com os vocais de Renato.

Em março de 1998, a EMI lança "Mais Do Mesmo", uma coletânea dos grandes sucessos da Legião e "O Ultimo Solo", que reúne sobras de estúdio dos dois álbuns solo de Renato.

Em outubro de 1999 foi lançado "Legião Urbana - Acústico MTV", gravado há 5 anos. Como a emissora não tinha exibido todo o programa, decidiu-se lançar o material em cd.

No dia 27 de março de 2003, no dia do nascimento de Renato Russo, foi lançado o disco "Renato Russo Presente". O disco conta com 4 músicas inéditas, várias raridades, um remix e trechos de entrevistas. Entre as faixas está uma versão para “Thunder Road”, de Bruce Springsteen. A versão remix é para a música "cathedral Song", de Tanita Tikaram, com a voz de Zélia Duncan.


Rádio UNIFEV FM - Esta Rádio Pega!!!
19/09/2006 - 16h53min
imprimir
 
 
  3 Doors Down
  AC/DC
  Aerosmith
  Alanis Morissette
  Alice in Chains
  Angra
  Arnaldo Baptista
  Audioslave
  Avril Lavigne
  B-52’s
  Barão Vermelho
  Biquíni Cavadão
  Black Sabbath
  Blink-182
  Blur
  Bob Dylan
  Bruce Springsteen
  Camisa de Vênus
  Capital Inicial
  Charlie Brown Jr.
  Chico Science e Nação Zumbi
  Coldplay
  CPM 22
  Detonautas Rock Clube
  Dire Straits
  Duran Duran
  Eminem
  Evanescence
  Faith No More
  Foo Fighters
  Green Day
  Guns n' Roses
  Heart
  Information Society
  Ira!
  Jack Johnson
  Jota Quest
  Kiss
  Legião Urbana
  Linkin Park
  Los Hermanos
  Magazine
  Metallica
  Midnight Oil
  Mutantes
  Nando Reis
  Nirvana
  O Rappa
  Oasis
  Patu Fu
  Pearl Jam
  Pink Flyd
  Pitty
  Pixies
  Plebe Rude
  R.E.M
  Raimundos
  Ramones
  Raul Seixas
  Red Hot Chili Peppers
  Rush
  Siouxsie And The Banshees
  Skank
  Skid Row
  System of a Down
  Talking Heads
  The Beatle
  The Clash
  The Cure
  The Deep Purple
  The Doors
  The Police
  The Smashing Pumpkins
  Tihuana
  Tina Turner
  U2
  Ultraje a Rigor

RÁDIO UNIFEV FM - Fundação Rádio Educacional de Votuporangas
Rua Pernambuco, 4196 - (17) 3405 9996 - CEP 15500-006